AAEUM - Associação de Antigos Estudantes da Universidade do Minho
História

Breve história da AAEUM in RAE
autor: Bruno Silva 

A Associação dos Antigos Estudantes da Universidade do Minho (AAEUM) existe, oficialmente, desde Setembro de 1989, com o propósito de representar e defender os interesses dos antigos estudantes da Universidade do Minho (UM). O seu fundador e associado número um, Joaquim Guimarães, organizou todo o processo, juntamente com outros colegas, constituindo a comissão pró AAEUM, que preparou os aspectos logísticos e administrativos da futura Associação. Com efeito, nos dois anos que antecederam a legalização da AAEUM, a comissão pró- AAEUM elaborou os estatutos, tratou de arranjar apoios institucionais e preparou as primeiras eleições. De referir que, desde o início de todo o processo, a Reitoria da UM apoiou a formação da AAEUM, existindo ainda hoje uma parceria importante entre as duas instituições. Outra tarefa desenvolvida pelos primeiros dirigentes associativos foi a de constituir a primeira base de dados de todos os antigos estudantes da UM, trabalho árduo e complexo, que mesmo actualmente exige permanente actualização. Às primeiras eleições da AAEUM candidatou-se uma lista única, constituída, maioritariamente, por elementos que pertenciam já à comissão pró-AAEUM, encabeçada pelo já citado Joaquim Guimarães, tendo, naturalmente, ganho sem quaisquer sobressaltos. A primeira sede da AAEUM situava-se na rua do Forno, numa sala cedida pelo então Reitor, Sérgio Machado dos Santos, tendo sido posteriormente transferida para uma bem maior, no complexo da UM, na rua do Castelo e, finalmente, durante o mandato da direcção liderada por Fernando Santos, para as instalações actuais, ocupando todo o último andar direito, do prédio onde está situada igualmente a Associação Académica da Universidade do Minho (AAUM).

A propósito de apoios, a AAEUM tem contado, ao longo da sua vida, com a colaboração de várias instituições. Assim, para além da reitoria da UM, têm contribuído para o crescimento da AAEUM o Governo Civil de Braga, o Instituto da Juventude, o Instituto de Emprego e Formação Profissional, entre muitas outras.

Os principais objectivos de todas as direcções da AAEUM têm sido o aumento dos seus associados e o seu crescimento e implantação junto dos antigos estudantes e da comunidade em geral. As actividades das primeiras direcções procuraram divulgar o nome da AAEUM, através de convívios entre antigos alunos, protocolos com associações congéneres e outras instituições, bem como participações em programas da Rádio Universitária e sessões do senado da UM. O momento que marcou a viragem da AAEUM para a profissionalização terá sido aquando da contratação de um executivo a tempo inteiro, pela direcção de Fernando Santos. Com efeito, este executivo, para além de tratar das questões administrativas, iniciou o processo do estudo do desenvolvimento curricular do antigo estudante, análise posterior às licenciaturas e considerações do antigo estudante acerca da entrada no mercado de trabalho, isto é, a sua avaliação sobre a preparação que obteve ao longo da sua vida de estudante e a forma em como tal influenciou o começo de uma vida profissional. Este estudo continua a ser desenvolvido e permanece, igualmente, como uma das maiores valias da AAEUM, até porque a Reitoria da UM utiliza-o para reformular os currículos de algumas licenciaturas.

As últimas direcções têm-se preocupado com a promoção da AAEUM junto dos seus sócios e da comunidade, pelo que se esforçaram por conseguir benefícios. Neste momento, todos os seus associados podem utilizar as instalações pertencentes à UM como se fossem estudantes, têm descontos em seguros e lojas comerciais, têm acesso a informação privilegiada sobre cursos de pós-graduação e de mestrado. Os mandatos das direcções lideradas por Ângelo de Sousa lutaram, principalmente, pelo aumento dos sócios e participação nas actividades desenvolvidas. Promoveu-se o Dia do Antigo Estudante, celebrado pela AAEUM com actividades de lazer e cultura, tendo-se verificado o crescimento, interesse e participação de cada vez mais antigos estudantes neste género de actividades, e concretizou-se um antigo sonho da direcção anterior: a cooperativa de habitação da AAEUM, por intermédio da qual, através de um protocolo com uma empresa de construção civil, os associados puderam adquirir casa própria a preços mais vantajosos, entre várias outras iniciativas que têm aumentado o prestígio da AAEUM.

Actualmente, a AAEUM tem uma imagem de responsabilidade junto da comunidade, algo que o actual presidente da direcção, Jorge Louro, deseja ver ainda mais implementado. Esta equipa tem o objectivo ambicioso de duplicar o número de sócios da AAEUM, dinamizando-os, convencendo aqueles que ainda não o são a aderirem à Associação, trabalhando em prol da AAEUM, promovendo-a, ao mesmo tempo que eleva também o nome e o prestígio da própria UM.  

Evolução da imagem corporativa da AAEUM

 Logo AntigoLogo AAEUM
1989 - 1993 1993 - 2002 2002 - ...
 
Sócios Honorários da AAEUM
 
Professor Doutor Sérgio Machado dos Santos, Reitor Honorário da Universidade do Minho – Aprovado em Assembleia Geral de 7 de Setembro de 1990
Dr. Armando Osório, antigo Administrador dos Serviços de Acção Social da Universidade do Minho – Aprovado em Assembleia de 6 de Novembro de 2001.
Associação Académica da Universidade do Minho, associação representativa dos estudantes da Universidade do Minho – aprovado em Assembleia Geral de 20 de Dezembro de 2005.

Subscritores do registo notarial da AAEUM

Joaquim Fernando da Cunha Guimarães (Gestão de Empresas)
Cacilda Maria Lima de Moura (Ensino Física e Química)
Mário João Pinheiro Martins da Costa Viana (Engenharia Metalomecânica)
Maria Ester da Silva Taveira (Ensino de Português e Francês)

http://www.aaeum.pt/?idc=2&idi=31602