AAEUM
Linkedin
ContactosFacebook
AAEUM
RSS 24 de Setembro de 2017
Responsabilidade Social
Data: 2010-04-08
Prédios que falam

O que é o projecto “Prédios Que Falam”?

Não conhecermos os nossos vizinhos, as pessoas que mais perto de nós vivem, é uma realidade bem conhecida de todos nós, que vivemos nas cidades portuguesas. Muitos de nós apenas nos cruzamos com os nossos vizinhos nas reuniões de condóminos, e existe muitas vezes um sentimento de perda de tempo.

O projecto Prédios que Falam nasceu com a vontade de transformar os prédios em comunidades vivas, onde os vizinhos sejam amigos e se suportem uns aos outros. Um ambiente que os fundadores do projecto sentiam existir na casa dos seus pais e que deixaram de encontrar nos prédios para onde foram viver.

Prédios que Falam é um projecto comunitário e sem fins lucrativos. A coordenação do projecto é constituída por um grupo de voluntários convidados pela Marar. Este grupo tem como objectivo dar suporte aos líderes de cada prédio, pessoas que assumem a missão de transformar o seu próprio prédio. A transformação do prédio é concretizada através de um conjunto de desafios que é lançado aos vizinhos

Em 2009 o projecto teve 67 prédios inscritos. Este ano o nosso objectivo é alcançar os 1.000 prédios.

Como é que se implementa o projecto num prédio?

Em cada prédio, o projecto é implementado através de uma actividade que é interna ao prédio e que dura os 7 dias anteriores ao Dia Europeu dos Vizinhos, 28 de Maio. A organização da actividade é suportada por um manual e um kit de documentos que é enviado por email a
cada líder.

Acreditamos que não devemos ter medo de interferir na vida dos outros, desde que o façamos com carinho e sem sermos invasivos. A metodologia da actividade baseia-se nesse príncipio. Para o prédio participar no projecto, é necessário que um dos habitantes do prédio se inscreva em http://prediosquefalam.marar.eu como líder desse prédio. Esse líder terá de falar com os responsáveis do condomínio para garantir que não há nenhum problema em realizar a actividade. A nossa experiência de 2009 é que os administradores de condimínio não só aprovam a actividade como são os mais entusiastas a que a mesma seja um sucesso.

A 14 de Maio, o líder de cada prédio, utilizando o material enviado pela Coordenação, convida os vizinhos do seu prédio a participarem na actividade. Nem todos os vizinhos vão querer participar, mas isso não é um problema, basta que alguns queiram. A vontade de uns acabará por contagiar os restantes. A animação começa no dia 21, quando os vizinhos inscritos recebem as primeiras cartas com os primeiros desafios. São seis dias em que o prédio se irá encher de pequenos momentos de partilha e amizade. Os desafios são variados e é o próprio líder que decide que desafios utilizar a cada dia. Alguns exemplos de desafios são:

1. Desenhar um smile :) gigante em pelo menos uma das janelas.
2. Fazer um bolo e distribuir fatias pelos vizinhos
3. Decorar a caixa de correio com algo que identifique a família

O conteúdo dos desafios é da responsabilidade de um grupo de pessoas pertencentes à coordenação, mas todos as ideias são bem-vindas e existirá uma forma online de discutir essas mesmas ideias. Uma das fontes para desafios será a experiência dos líderes que participaram em 2009 e que foram muito para lá do que a coordenação sugeriu.

A actividade termina com um convívio entre todos os vizinhos durante o dia 28 de Maio, Dia Europeu dos Vizinhos. Este convívio deverá ser organizado de acordo com as características do prédio. Pode ser realizado num espaço comum, na rua ou em casa de um dos vizinhos. Pode ser um jantar, um lanche, um aperitivo antes ou depois do jantar. Ficará à imaginação de cada um. O importante é que todos os vizinhos sejam convidados, mesmo os que não se inscreveram. E que haja animação descontraída.

Voltar
Imprimir
Parceiros AAEUM
Universidade do Minho|
Parceiros de Eventos/Serviços
|

MAILLING LIST
Regista-te!
Recebe as nossas informações
Subscrever
Publicidade
Inscrição Novo Sócio